%= render 'layouts/carrousel' %>
 237 Visualizações

SA esclarece sobre renovação de ar do Edifício-Sede

Explicações técnicas revelam que a unidade possui sistema avançado que atende padrões exigidos em Normas da ABNT

29/06/2020 15:36

A preocupação com o sistema de renovação de ar no Edifício-Sede do TJRO, unidade que conta com poucas janelas, é uma realidade para os servidores que precisaram manter as atividades de forma presencial, durante a pandemia. Mas,segundo a Secretaria Administrativa, apesar de poucas saídas de ventilação, o prédio conta com um moderno sistema de renovação de ar, que atende a padrões e normas exigidos pela ABNT.
Desde o início da pandemia da Covid-19, a maioria dos servidores passou a trabalhar em casa para evitar o contato social. Mas garantir o funcionamento do Judiciário exige uma quantidade mínima de servidores atuando de forma presencial, cercados de cuidados. A unidade tem cerca de 1.000 servidores lotados, mas teve uma redução drástica, desde março.

Evitar ambientes fechados é uma orientação do Ministério da Saúde durante a pandemia, tendo em vista que a falta de renovação do ar pode ajudar a disseminar o vírus e bactérias, com a liberação de gás carbônico. Em ambientes abertos, como em pátios públicos, por exemplo, a renovação de ar ocorre constantemente. A força natural dos ventos renova o volume de ar dentro de pouco tempo. Para garantir a segurança de ambientes fechados, como o prédio da instituição, existem sistemas de renovação de ar.
A norma ABNT NBR 16401-3:2008 trata da qualidade do ar no interior de ambientes fechados e apresenta parâmetros para o dimensionamento da renovação de ar, a qual está diretamente relacionada com o número de pessoas presentes no ambiente. O engenheiro Alonso Pinho Ribeiro, do Departamento de Engenharia e Arquitetura, o sistema do prédio do Edifício-Sede conta com dois equipamentos que forçam a renovação. “Um tem a função de captar o ar externo, filtrar e insuflar para dentro dos ambientes através de dutos (caixa de ventilação). O outro tem a função de retirar o ar “viciado” de dentro dos ambientes (exaustor)”, explica.
Com isso, as caixas de ventilação atuam insuflando 19200 m3/h e duas caixas de exaustão retirando 10390 m3/h, garantindo uma taxa de renovação de 19,2 m3/h por pessoa, acima do que é previsto pelas normas da ABNT para o dimensionamento dessa unidade. Isso quer dizer que quando o sistema está ligado, todo o volume de ar dos ambientes ocupados é renovado a cada 1 hora e 22 minutos.

Com as explicações técnicas do DEA, a Secretaria Administrativa espera garantir um conforto e segurança para os servidores que precisam se deslocar para instituição. “Todos os dias temos recebido relatos de servidores preocupados, alegando que aqui o ar não se renova e isso não é verdade, visto que contamos com esse sistema que atende à unidade de forma satisfatória”, explica a secretária administrativa do TJRO, Elaine Bettanin,  ressaltando que a mesma tecnologia está disponível nos demais prédios que contam com um sistema VRF de refrigeração.

Comunicação Interna


Contato

Se precisar, entre em contato.

Tribunal de Justiça de Rondônia
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia
Alô Justiça: 0800-647-7077 Geral: (69) 3217-1152

© 2020 Divisão de Pessoal - Dipes
Versão do Sistema