%= render 'layouts/carrousel' %>
 164 Visualizações

Disau orienta sobre alimentação com a adoção de novo horário

31 de março é dia da saúde e nutrição

31/03/2021 07:08

Na data em que que se comemora o dia da saúde e da nutrição, a Divisão de Saúde e Bem-Estar do Tribunal de Justiça orienta servidores e servidoras a seguir uma dieta saudável, mesmo com uma jornada de trabalho corrida, como a adotada pelo no Poder Judiciário de Rondônia, das 7h às 14h, com intervalo de 30 minutos intrajornada.
Quando se passa muito tempo no trabalho ou fora de casa é importante se programar para não cair na tentação de comer o que aparecer pela frente ou ficar muitas horas sem se alimentar.
O 31 de março faz parte do calendário oficial do Ministério da Saúde, e tem o objetivo principal de conscientizar sobre a importância da saúde e da boa alimentação. A data serve também para propor uma reflexão às instituições públicas e privadas, para que possam contribuir para um desenvolvimento sustentável nessa área.
Ter uma boa alimentação é mais do que satisfazer simplesmente a fome. Uma alimentação saudável tem que incluir o consumo de nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo humano, e isso leva a um aumento da qualidade de vida.
Para que sua alimentação no trabalho seja equilibrada e balanceada, a nutricionista do TJRO, Leonice Antunes, dá dicas para melhor orientar sobre os hábitos saudáveis:



• Estabeleça horários regulares para se alimentar, pode ser em dois períodos de 15, ou um período de 30 minutos, conforme sua necessidade. O importante é não ficar períodos superiores a 5 horas em jejum, exceto em situações específicas. Mas fique atendo, comer em intervalos muito curtos também não é saudável, pois o seu aparelho digestivo precisa descanso. Então, cuidado com o hábito de beliscar.



• A hidratação também é extremamente importante. Tenha uma garrafa de água à sua disposição. Lembre-se que o organismo é capaz de confundir sede com fome, e, portanto, por vezes, a sua sensação de fome pode ser na realidade a falta de água. Então, fique atento!

• Evite os alimentos processados e ultra processados como embutidos, biscoitos industrializados, barras de cereal, sucos artificiais, refrigerantes, salgadinhos, dentre outros.

• Não comprar/levar alimentos fritos.

• Evite refeições a base de massas brancas como pão branco, bolos de farinhas refinadas, bolachas, pois esses alimentos possuem alto índice glicêmico, dando uma sensação de energia momentânea, porém em pouco tempo você estará com fome novamente. Por isso prefira alimentos ricos em fibras e/ou proteínas magras, que lhe darão uma saciedade mais duradoura.
 
• Cuidado com o excesso de café, pois pode alterar a qualidade do sono, acelerar os batimentos cardíacos e influenciar no surgimento de gastrite e/ou úlcera gástrica, pois podem aumentar a acidez estomacal, principalmente quando consumido com estômago vazio. Não se esqueça de adoçar com moderação ou evitar o açúcar.

• Outra coisa importante é evitar alimentos que dão sono e podem roubar sua energia mental. Carnes gordurosas, frituras e carboidratos refinados. Por isso inclua vegetais, gorduras boas e como sobremesa uma fruta.


A nutricionista também dá algumas dicas de como levar os alimentos para o trabalho:

• Antes de montar uma marmita coloque os alimentos em um prato. Isso facilita na hora de calcular a quantidade de cada alimento;
• Não levar alimentos que exalem odores fortes, lembre-se que você estará no ambiente de trabalho. Leve alimentos já prontos para o consumo, que dispensem algum tipo de preparo, como aquecimento, higienização, dentre outros;
• Prefira recipientes de vidro, pois não contaminam o alimento com substancias tóxicas e sua higienização é simples. Os plásticos, embora sejam mais práticos, possuem substâncias tóxicas, que são liberadas quando aquecidas ou em contato com o alimento quente, causando danos à saúde, principalmente a longo prazo. Caso utilize-os tome o cuidado de observar se tem a seguinte informação: livres de Bisfenoa A, ou livre de BPA ou BPA free. Quanto aos descartáveis, o alumínio e o isopor também podem liberar substancias tóxicas para o alimento. Por isso, utilize somente quando não tiver opção, pois além de proteger sua saúde, você protege o meio ambiente;
• Para evitar contaminação e intoxicação alimentar, o ideal é acondicionar o recipiente em uma bolsa térmica. Assim é possível manter a temperatura dos alimentos e evitar que sofram alterações no sabor, na cor e na textura ou até mesmo que estraguem. Nesse caso, os alimentos preparados como almoço, por exemplo, podem ser mantidos por até duas horas e se utilizar gelo, por té 4 horas. Quando em marmitas, se forem de alumínio, no máximo 2 horas, e nas de isopor, no máximo 3 horas em temperatura ambiente;
• Separe os alimentos crus como saladas e frutas dos outros alimentos;
• É importante também evitar alimentos com muito molho, pois apresentam maior risco de derramar e se deteriorar mais fácil.
Sugestões de lanches para levar para o trabalho:
• Frutas frescas e/ou desidratadas;
• Castanhas;
• Tapioca ou cuscuz com sementes (chia, linhaça) com proteínas como frango ou queijo magro;
• Pão integral com pasta de amendoim;
• Iogurte desnatado; e
• Granola.



Algumas ideias para o almoço:



Comunicação Interna


Contato

Se precisar, entre em contato.

Tribunal de Justiça de Rondônia
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia
Alô Justiça: 0800-647-7077 Geral: (69) 3217-1152

© 2021 Divisão de Pessoal - Dipes
Versão do Sistema v0.0.4