%= render 'layouts/carrousel' %>
 67 Visualizações

Roda de Conversa do Projeto Aurora propõe reflexão sobre o papel da mulher

Atividade faz parte do Projeto Aurora, do TJRO

03/09/2021 07:32

As preocupações com as atividades diárias, trabalho, cuidado com os filhos e com a casa são comuns em relatos de mulheres que se consideram cansadas. A discussão sobre essas questões foi o principal objetivo da Roda de Conversa sobre exaustão feminina. Cerca de 30 servidoras do Tribunal de Justiça de Rondônia participaram da atividade, mediada pela psicóloga Mariângela Onofre. A atividade iniciou com a exibição de um vídeo de apresentação do Projeto Aurora, que inclui essa e outras atividades voltadas ao público interno feminino da instituição. A roda de conversa aconteceu por meio da plataforma Google Meet. 

Antes de iniciar as falas, uma atividade de reflexão possibilitou o relaxamento para só então dar início aos relatos.  A ideia das rodas de conversa é oferecer um espaço de fala para que as mulheres possam compartilhar suas experiências de modo a se sentirem acolhidas. Em muitas oportunidades, servidoras se descrevem cansadas, por terem de arcar com muitas responsabilidades que poderiam ser divididas com homens, sejam eles companheiros, filhos ou outros membros da família. Foi apontada a necessidade de mudança da mentalidade da sociedade, cuja cultura de atribuir muitos papéis às mulheres tem provocado adoecimento. 

Esta é a segunda roda realizada dentro do projeto, e já contou com adesão maior de servidoras. “A gente tem filho, família, tem casa para cuidar. Mas e eu? Porque tenho de ser heroína o tempo todo, porque não posso chorar e nem falhar?”, desabafou uma das participantes, questionando a necessidade do autocuidado. 

Olhar para sua própria condição é o ponto de partida defendido para promover as mudanças necessárias, além de conscientizar o público masculino sobre essa questão. A psicóloga Mariângela destacou o aumento da participação nesta segunda edição. “Isso significa que o Projeto Aurora está tendo bom alcance entre servidoras e fala dessa necessidade de abrirmos espaços de diálogo para abordar esses temas que fazem parte do universo feminino, que afetam as mulheres no seu campo profissional e individual”, avaliou. 

Mariângela também destacou a pluralidade deste público, que incluiu mulheres casadas, solteiras, da comunidade LGBTQIA+, jovens ou mais maduras. “Tivemos a oportunidade da partilha de experiência onde constatamos que as situações são comuns a todas as mulheres, embora em realidade diferentes. Independentemente da condição familiar em que vivem no momento, esse sentimento nos une”, finalizou. 

 

Aurora

Outras rodas de conversa estão previstas no projeto, com temas que envolvam a participação feminina.  O Projeto Aurora é uma parceria do Núcleo de Acessibilidade, Inclusão e Gestão Socioambiental – Nages,  Coordenadoria de Mulheres do Tribunal de Justiça de Rondônia e a Divisão de Saúde, para construir uma agenda de ações voltadas, principalmente, para o público feminino.

O projeto concorre ao Prêmio de Comunicação e Justiça, na categoria Comunicação Interna. O TJRO já venceu essa premiação em edições anteriores, tendo inclusive, no ano passado, alcançado o primeiro lugar na Categoria Especial e Fotografia. 

 

Assessoria de Comunicação Institucional 


Contato

Se precisar, entre em contato.

Tribunal de Justiça de Rondônia
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia
Alô Justiça: 0800-647-7077 Geral: (69) 3217-1152

© 2021 Divisão de Pessoal - Dipes
Versão do Sistema v0.0.4