%= render 'layouts/carrousel' %>
 150 Visualizações

Gestores de equipe da CPE concluem formação em liderança na Emeron

Neste ano, os gestores da CPE são o público-alvo da formação em virtude das mudanças advindas da implantação do PJe e alterações da estrutura organizacional.

04/09/2019 10:27

Entre os dias 28 e 30 de agosto, a Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron) realizou o segundo e último módulo da Escola de Líderes, formação voltada a 30 servidores gestores da Central de Processos Eletrônicos (CPE) de 1º e 2º graus, do Tribunal de Justiça de Rondônia. Também participaram do curso, cujo módulo inicial foi realizado em maio, diretores de cartórios de Porto Velho.

O módulo final foi ministrado via instrutoria interna, pelos servidores Carla Meiriane Costa e Júlio Cesar Costa, da Secretaria de Gestão de Pessoas, José Luiz Rodrigues e Márcio Cavalcante, da Seção de Projetos Institucionais da Coordenadoria de Gestão Estratégica, e Rodolfo Fernandes, diretor do Departamento Judicial da Corregedoria-Geral da Justiça. No primeiro dia, Márcio e José Luiz trataram de assuntos como a estrutura organizacional do TJRO, gestão de projetos e de processos.

No segundo dia da formação, a ministrante foi Carla Meiriane, diretora do Departamento de Acompanhamento e Desenvolvimento de Carreiras (Deadec), que atuou na implantação e hoje coordena a consolidação do Programa de Gestão por Competências, baseado em mapeamento de competências, sensibilização, gerenciamento do processo avaliativo e normatização. Em 2016, o Deadec iniciou o Programa de Desenvolvimento de Liderança, do qual a Escola de Líderes faz parte, para propiciar aos gestores um local de diálogo e compartilhamento de experiências.

“São vários professores abordando vários temas para os gestores, eu falo do nosso modelo de avaliação de desempenho por competências, implantado na instituição em 2011 e esse ano rodando o 7º ciclo de avaliação, mas é um preparo contínuo que a gente precisa ter desses gestores”, diz Carla. Foram abordadas todas as etapas que compõem o ciclo avaliativo, desde o empenho, que é o contrato inicial que o gestor tem que fazer com o servidor, até o feedback, passando pela elaboração do Plano de Desenvolvimento Individual. “Tudo voltado tanto ao sistema, como utilizar a ferramenta e elaborar o plano de desenvolvimento, quanto a aspectos também da gestão de pessoas, da liderança, como gerir a equipe no dia a dia”, completa a diretora.

Neste ano, os gestores de equipe da CPE são o público-alvo da formação em virtude das mudanças advindas da implantação do Processo Judicial Eletrônico e alterações da estrutura organizacional. Para Flávia Miranda e Silva, gestora da Coordenadoria do Pleno da CPE de 2º grau, o curso está sendo muito válido: “Passamos há pouco tempo para coordenadoria, então esse papel de gestor pra gente é muito novo, estou realmente aprendendo qual a minha função, como posso exercer da melhor forma para que as pessoas possam me olhar como gestora mas também como uma parceira, para um colaborar junto com o outro”.

Quanto à questão dos mapeamentos de competência, Flávia comenta a importância para ter o feedback das pessoas sobre a necessidade de cursos. “A gente está vendo a importância de fazer esses questionários e responder, não só porque vai afetar na sua progressão, mas porque vai trazer conhecimento de como você está dentro do setor, um curso que você necessite, principalmente pros novatos que estão chegando, o que eles vão precisar para poder ficar melhor dentro do local onde estão trabalhando”, acredita a servidora. “O que estou aprendendo aqui vou levar para a minha coordenadoria e passar da melhor forma possível pro meu grupo”, conclui.

Para encerrar o módulo e a formação, Júlio Cesar trabalhou com os alunos as responsabilidades do servidor público, infrações administrativas e enquadramento legal do assédio moral e sexual, enquanto Rodolfo trouxe as noções de produtividade que impactam nos processos e rotina de atuação dos gestores, iniciando com uma dinâmica introdutória e finalizando novamente com uma oficina prática a respeito do tema.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia

facebook.com/EmeronRO


Contato

Se precisar, entre em contato.

Tribunal de Justiça de Rondônia
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia
Alô Justiça: 0800-647-7077 Geral: (69) 3217-1152

© 2019 Diretoria de Gestão de Pessoas - DGP
Versão do Sistema