Este site possui recursos de acessibilidade para web visando à inclusão e autonomia de todas as pessoas.

Terça, 04 Dezembro 2018 18:05

Comarca de Costa Marques estimula a sensibilização para o combate à violência contra mulher

 

Uma abertura emocionante com a interpretação da canção “Um homem também chora”, de Gonzaguinha, feita pelo servidor do judiciário, Eliequim Gonçalves, deu as boas-vindas no evento realizado para 80 homens, no plenário da Câmara Municipal de Costa Marques. Foi a ação socioeducativa do projeto Homens pela Paz, atividade realizada no final de novembro pelo Poder Judiciário por meio da comarca de Costa Marques.

Sob a coordenação da magistrada Maxulene de Sousa Freitas, iniciativa debateu a violência doméstica contra a mulher, a partir da perspectiva masculina, que além de atender o princípio da campanha do Conselho Nacional de Justiça da Semana Pela Paz, possibilitou a sensibilização sobre desigualdades de gênero, relações familiares e com a sociedade de modo geral.

Projeto Costa Marques 2

Por meio de palestras proferidas pela magistrada e pela psicóloga Janaina Lima, os assuntos estavam relacionados às construções sociais de gênero, índices de violência, ciclos de comportamentos agressivos, movimentos ativistas em defesa dos direitos das mulheres e Lei Maria da Penha. O público foi levado a refletir sobre comportamentos do dia a dia e a repercussão das condutas para a qualidade das relações sociais.

Quem esteve presente na plateia foi o servidor da administração do Fórum de Costa Marques, Carlos Augusto Favacho, de 56 anos, que destacou a importância do evento. “Gostei muito desse evento porque esclareceu bem o papel que deve ser exercido pelo homem no ambiente familiar e na sociedade. Exemplificou para todos convívio do homem, principalmente como pai, marido e profissional. O respeito é o que deve governar as relações do bom homem”, disse Favacho.

Projeto Costa Marques 1

Durante o evento houve espaço reservado para a arte, com a apresentação da declamação de um cordel, elaborado e interpretado pela servidora do prefeitura de Costa Marques, Neide Kinapp, que relatou sua experiência de vida, após ter vivido oito anos como vítima de violência doméstica.

Após as atividades os presentes puderam compartilhar o momento de congraçamento em confraternização organizada pelos próprios servidores.

Programa Justiça pela Paz em Casa: é promovido pelo CNJ em parceria com os Tribunais de Justiça estaduais e tem como objetivo ampliar a efetividade da Lei Maria da Penha e busca concentrar esforços para agilizar o andamento dos processos relacionados à violência de gênero.

Assessoria de Comunicação Institucional

Poder Judiciário de Rondônia

Poder Judiciário do Estado de Rondônia
Alô Justiça 0800-647-7077 | Geral (69) 3217-1152
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia