Selo Ouro na Categoria Cível do Prêmio Pérola Juraszek, juiz do TJRO destaca processos digitais e cartório eletrônico

Este site possui recursos de acessibilidade para web visando à inclusão e autonomia de todas as pessoas.

Segunda, 10 Agosto 2020 11:24

Selo Ouro na Categoria Cível do Prêmio Pérola Juraszek, juiz do TJRO destaca processos digitais e cartório eletrônico

WhatsApp Image 2020 08 10 at 09.56.49

Juiz Audarzean Santana, responsável pela 2ª Vara de Execuções Fiscais, em 2019

Equipe dedicada e motivada, processos digitalizados e migração da unidade para a Central de Processos Eletrônicos (CPE). Essa foi a equação responsável pelo “Selo Ouro” alcançado pela 2ª Vara de Execuções Fiscais da comarca de Porto Velho, no Prêmio de Excelência Pérola Juraszek, “Categoria Cível Capital”. É o que garante o juiz responsável pela unidade, em 2019, Audarzean Santana da Silva.

A partir desta segunda-feira (10), a Corregedoria-Geral da Justiça de Rondônia (CGJ-RO) lança uma série com os magistrados posicionados no ranqueamento anual do Poder Judiciário de Rondônia, referente ao ano de 2019.

O prêmio Pérola Juraszek é uma iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Rondônia (CGJ-TJRO) para incentivar servidores e magistrados a alcançarem maior produtividade, celeridade e eficiência nos serviços judiciários. O resultado da premiação, referente ao ano de 2019, foi divulgado na última segunda-feira (3), por meio do Diário da Justiça Eletrônico (DJE) nº 144.

Audarzean Santana está na magistratura rondoniense desde 2005. Com ampla experiência em diversas competências atuou como juiz substituto na 2ª Vara de Execuções Fiscais de Porto Velho, em 2019. Por isso, dedicou o prêmio ao titular da unidade, juiz Amauri Lemes, por ter preparado uma equipe eficiente.

“A motivação e dedicação tanto dos servidores do cartório quanto do gabinete foram a causa desse resultado. Além disso, a atuação do Tribunal naquele ano permitiu que pudéssemos melhorar nossa performance”, pontuou o magistrado.

Audarzean relembrou dois eventos: a digitalização dos processos e a migração da unidade para a Central de Processos Eletrônicos (CPE), cartório eletrônico responsável por praticar os atos das varas que migraram para ele.

A Vara de Execuções Fiscais é a unidade responsável pelas ações do município de Porto Velho e demanda processos como cobranças de IPTU, Registros Públicos, dentre outros serviços. O magistrado relatou que a unidade chegou a ter cerca de 20 mil ações com cobranças diversas e as prateleiras do gabinete sumiam entre os processos físicos.

WhatsApp Image 2020 08 10 at 10.44.52

Servidores da 2ª VEF: Carlos Magno (ex secretário), Lucas (assessor da Turma Recursal),
juiz Amauri Lemes (titular da unidade), juíza Fabíola Inocêncio, juiz Audarzean Santana, Acsa Souza,
Michelle Bergamin, Sonia Moreira, Edvanio Manso, Michele Rangheti e Priscyla Noronha (na frente)

“Todo o procedimento do processo físico complicava a celeridade, já que, para que os processos fossem impulsionados, eles precisavam ser organizados em pilhas do cartório para o gabinete, e vice-versa (o que levava muito tempo). Com a digitalização, o cartório passou a enviar os processos com um simples clique”, contou o magistrado.

Para completar a equação, ao fim de 2018, o cartório da unidade migrou para a CPE e os servidores da unidade se juntaram ao time da parametrização. Assim que o juiz despachava, os atos eram cumpridos pela CPE e logo o processo estava de volta para novo impulsionamento.

Diante de tantas mudanças positivas, o magistrado conclui que a missão do juiz é a mesma: lembrar que os processos têm vidas que dependem das boas decisões.

“No caso da nossa unidade, era o município que precisava que os tributos fossem pagos. Para isso, pensávamos que o nosso trabalho bem feito garantia justiça aos portovelhenses que pagam seus tributos corretamente, além desse dinheiro voltar em recursos para a nossa cidade. Em 2019, muitas pessoas participaram de mutirões que facilitavam o pagamento dos impostos, mais um dado importante que contribuiu com a finalização dos processos”.

Integram a 2ª Vara de Execução Fiscal os servidores Edivanio José Manso; Sonia Maria Moreira de Paula; Priscyla da Paz Noronha Pelói; Michele Cristina Ranghetti Mota; Acsa Liliane Carvalho Brito Souza e Michelle da Costa de Moura Bergamin. Todos eles serão contemplados com registro nos assentos funcionais.

O desempenho da unidade foi comprovado por meio do posicionamento das unidades premiadas no Sistema de Ranqueamento da CGJ, o Eolis. O índice de pontuação foi definido pelos indicadores “Arquivamento e Judicância”. As três unidades melhores posicionadas foram classificadas com selos “Ouro”, “Prata” e “Bronze”.

Conheça a equipe da 2ª Vara de Execuções Fiscais

WhatsApp Image 2020 08 10 at 10.59.04

"Agradeço a Deus pelo Selo Ouro no Pérola Juraszek. Um prêmio desse não se ganha sozinho e sim com parceiros de trabalho" - Sonia Maria Moreira de Paula. 

Michele

"Gratidão. Não sabíamos que estávamos concorrendo. O que mostra que trabalhamos independente de qualquer fator externo" - Michele Cristina Ranghetti Mota

Edivanio

"O maior prêmio que um trabalhador pode receber é o reconhecimento pelo seu esforço , eu amo o que faço, e tenho muito orgulho de fazer parte da família do TJRO. Muito obrigado" - Edivanio José Manso.

 Acsa

"Fiquei muito feliz com a notícia e vejo esse prêmio como o fruto do trabalho diário da equipe. Sermos lembrados representa a certeza que o nosso trabalho não tem sido em vão e estamos motivados a manter esta premiação, sempre visando a excelência no atendimento e prestação de serviço. Quero agradecer ao Magistrado Dr. Amauri Lemes, Juiz Titular da 2ª Vara de Execuções Fiscais, pela pessoa e profissional extraordinário que é. Para mim ele é uma inspiração e um grande exemplo de vida. É um privilégio trabalhar sob a sua liderança. Agradeço também ao Magistrado Audarzean Santana, pelo apoio e incentivo, sempre com muito carisma para que alcançássemos este resultado" -  Acsa Liliane Carvalho Brito Souza.

Michele Bergamin

"Sobre o Prêmio Pérola Juraszek...?! A primeira sensação foi: Surpresa!!! A segunda: Gratidão! Primeiramente a Deus, minha fortaleza. Depois, ao Excelentíssimo Dr. Amauri Lemes, Juiz titular da 2ª VEFRP que, embora não estivesse atuando nesta, na ocasião do prêmio, sempre nos deu grande suporte jurídico, apoio e incentivo. Ele é formidável. Ao Dr. Audarzean Santana que com muita leveza e engajamento conduziu a equipe, apoiando e incentivando-nos a darmos o nosso melhor. Aos meus colegas que compõem esta equipe, pois com muita sinergia, alcançamos o resultado que hoje se comemora: produtividade e excelência, substantivos que pretendemos manter. Por fim, grata ao TJRO e à CGJ" - Michelle da Costa de Moura Bergamin.

 pryscila

"Iniciei meu trabalho no gabinete da 2ª Vara de Execuções Fiscais em julho/2017, e desde o início me deparei com um volume de trabalho assustador – a Vara contava com mais de 20 mil processos ativos. Por sorte, sempre me interessei pelo estudo de Gestão, sobretudo quanto à produtividade dos setores, chegando a produzir, em coautoria com outros colegas, uma proposta de curso sobre Organização e Produtividade Pessoal aplicada aos servidores do TJRO, apresentada durante o curso de Formação de Formadores em 2016. Contávamos com 3 assessoras na equipe, e o volume de trabalho era dividido entre nós. Sozinha, chegava a receber mais de 200 processos conclusos em um único dia – sem contar os recebidos pelas colegas. O Prêmio Pérola foi uma grata surpresa. Saber que pude contribuir, com meu trabalho, meus estudos e meu esforço, para a premiação da equipe, é motivo de muita alegria. Agradeço ao Dr. Audarzean, líder da equipe à época, que sempre primou pela inovação, pela celeridade, e pelo bom atendimento dos usuários, e também ao próprio Tribunal, que nos proporciona um ambiente de aprendizado, no qual também temos liberdade de colocar em prática os ensinamentos aprendidos, de maneira inovadora, e investe em tecnologia e sistemas que otimizam a execução dos trabalhos" - Priscyla da Paz Noronha Pelói.

Prata e Bronze

Na categoria “Cível Capital”, a 4ª Vara de Família alcançou o selo Prata. O selo Bronze foi concedido à 2ª Vara de Família, cuja titularidade é do juiz João Adalberto Castro Alves.

WhatsApp Image 2020 08 10 at 09.56.49 1

Juiz Danilo Paccini, selo Prata na premiação

O juiz Danilo Paccini, quem estava à frente da 4ª Vara de Família, em 2019, diz que a premiação é importantíssima para perpetuação do nome e das lembranças que Pérola Juraszek trouxe ao Tribunal.

“Ela era pessoa abnegada do serviço público, mesmo com as limitações que tinha. Importante para valorização do trabalho judicial, especialmente dos servidores. Isso foi muito importante para atingir o resultado obtido pela 4ª Vara de Família. À equipe de assessores, assistentes e secretaria da Vara, meus sinceros parabéns e agradecimentos”, concluiu o magistrado.

Equipe 4 VF

Equipe da 4ª Vara de Família da Capital, selo Prata no Pérola Juraszek

Sobre o prêmio

O Prêmio Pérola Juraszek é uma boa prática do Poder Judiciário de Rondônia, proposta pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Rondônia (CGJ-RO), para reconhecer anualmente as unidades judiciárias pelos resultados alcançados na prestação jurisdicional.

Esse desempenho é comprovado por meio do posicionamento das unidades premiadas no Sistema de Ranqueamento da CGJ Eolis. O índice de pontuação é definido pelos indicadores “Arquivamento e Judicância”. As três unidades melhores posicionadas foram classificadas com selos “Ouro”, “Prata” e “Bronze”.

João

Juiz João Adalberto Castro Alves, titular da 2ª Vara de Família, Selo Bronze na Premiação

Cerimônia

A iniciativa da CGJ foi aprovada pelo Pleno, em 28 de janeiro de 2019. O resultado e a premiação estavam previstos para janeiro de 2020, mas teve de ser adiado devido à pandemia. A cerimônia está prevista para dia 17 de agosto, por meios virtuais.

2ª Vara da Família PVH

Equipe da 2ª Vara de Família da Capital, selo Bronze no Pérola Juraszek

 

Assessoria de Comunicação Institucional

Poder Judiciário de Rondônia

Poder Judiciário do Estado de Rondônia
Horário de Funcionamento:
(Segunda a Sexta-feira)
Público Geral: 8h às 12h | Plantão Judicial: 12h às 8h

Alô Justiça 0800-647-7077 | Geral (69) 3309-6648 / 6650 / 6651
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia

Dakota
Minimizar