Este site possui recursos de acessibilidade para web visando à inclusão e autonomia de todas as pessoas.

Terça, 28 Agosto 2018 12:37

Tribunal de Justiça de Rondônia obtém bons resultados em práticas sustentáveis

 Ilustração do Plano de Logística Sustentpavel

O uso eficiente de recursos garantiu a redução do consumo de papel, água, copos descartáveis, energia elétrica e outros serviços

 

O Poder Judiciário de Rondônia (PJRO) tem conseguido resultados positivos com o trabalho de incentivo às atitudes sustentáveis em todas as suas 23 comarcas distribuídas por todo o estado. Desde que foi implantado, há mais de um ano, no âmbito do PJRO, o Plano de Logística Sustentável (PLS) tem apresentado ganhos positivos.

Essa conquista foi possível porque o plano adota procedimentos que demonstram a responsabilidade socioambiental e tem o engajamento de todos os magistrados e servidores com a sustentabilidade focada em questões ambientais e financeiras. Essa é a tônica que vem norteando o trabalho desenvolvido pela equipe do Núcleo Socioambiental do TJRO.

O engenheiro ambiental Richard Harrisson Reckel, que atua no trabalho de gestão do PLS, considera os resultados positivos e que o trabalho está na direção certa. “O uso eficiente de recursos e práticas sustentáveis estão contribuindo de modo positivo para fomentar a cultura de conhecimentos compartilhados acerca da sustentabilidade no PJRO. Essas atitudes são importantes e contribuem com o meio ambiente, pois o consumo consciente não é deixar de consumir, mas é utilizar os recursos da melhor maneira, levando em consideração os impactos do consumo”, afirmou o engenheiro.

Para alcançar a efetividade das ações socioambientais e ter a adesão dos servidores a área de Comunicação Institucional do TJRO deu apoio as atividades de divulgação de conteúdos por meio de campanhas para diferentes canais de comunicação interna como: postagens de textos jornalísticos publicados no Portais do TJRO e do Servidor, distribuição de adesivos e publicação de conteúdos veiculados na TV institucional.

A responsabilidade socioambiental é um valor institucional com o qual o Tribunal de Justiça de Rondônia se comprometeu em seu Plano Estratégico 2015-2020. Além disso, é objetivo pactuado entre os órgãos do Judiciário Brasileiro, que impõem protocolos, padrões e códigos de conduta, a fim de atingir a adoção de práticas benéficas ao meio ambiente e ao planeta.

Das metas estabelecidas pelo PLS destacam-se seis temas que tiveram o acompanhamento em todas as comarcas do PJRO. Veja quais foram os dados sobre os materiais e serviços que tiveram redução no consumo no TJRO.

1 - Papel:

Até o primeiro semestre deste ano o consumo de resmas de papel teve redução significativa, pois atingiu o percentual de 17,43%. No exercício de 2017, foram consumidas cerca de 24.912 resmas de papel A4 75g/m² branco. Quanto ao consumo referente ao ano de 2016, a redução foi de 8,55%. Para atingir essa marca na redução de papel foi realizado um trabalho de conscientização sobre consumo, que envolveu a implantação de caixas para reciclagem e uso do modo de impressão frente e verso. A meta é reduzir o consumo de papel A4 em 2% ano, até 2020.

2 - Copos descartáveis:

O consumo total de copos descartáveis para água foi de 16.438 centos no primeiro semetre de 2017, já no primeiro semestre deste ano foram utilizados apenas 6033 centos, isso representa a redução de 63,30% no consumo desse material. Essa mudança ocorreu porque o TJRO incentivou seus servidores que fizessem o uso de canecas, garrafinhas e copos biodegradáveis. A meta é reduzir 15% do consumo médio mensal de copo descartável até 2020.

3 - Energia elétrica:

Com relação ao consumo de energia elétrica referente ao período do ano de 2017 ao primeiro semestre de 2018, houve uma redução de 3,76%, isso quer dizer que em 2017 foram consumidos 4.444.128 quilowatt-hora (kwh) e em 2018 a marca foi de 4.277.031 kwh.Como modo de conscientizar sobre a importância da eficiência energética, foram distribuídos adesivos com frase de efeito visando a economia em todas as unidades do TJRO, além da massificação de dicas de consumo e uso de wallpaper (informação na tela dos computadores). A meta é reduzir, anualmente, em 10% o consumo energia elétrica por prédio, até 2020.

4 - Telefonia:

O custo com o uso de telefonia também sofreu redução. O serviço de telefonia fixa teve uma redução de 7,47%. Já a telefonia móvel teve um resultado bastante expressivo, a redução foi de 84,24%. Essa melhora na redução foi resultado da assinatura de novos contratos, com reajustes que reduziram os custos. Para este serviço a meta é reduzir em 2% ao ano o gasto dos contratos de telefonia fixa e móvel, até 2020.

5 - Vigilância:

A instalação de sistema de segurança foi determinante para a expressiva redução de gastos com contratos para este tipo de serviço. A mudança possibilitou a diminuição dos custos em 40,74% só no primeiro semestre de 2018. Quanto à vigilância armada houve uma redução de 52,73%, e isso foi possível porque houve a diminuição de postos dessas atividades. A meta era reduzir 16%, até 2020, mas já no primeiro semestre de 2018 ela já foi alcançada.

6 - Combustível:

Entre o ano de 2017 ao primeiro semestre de 2018 o consumo de óleo diesel da frota de veículos do TJRO obteve uma redução de 18,20%; já a gasolina 21,52%. Para atingir essa marca a área de Transporte do TJRO realizou diversas atividades de conscientização com a equipe de motoristas, uma delas foi a realização de um de curso sobre condução econômica, além de ter sido adotado a prática de fazerem o levantamento semanal/mensal dos postos de gasolina que tinham o menor preço dos combustíveis na cidade. A meta é reduzir 5% o consumo de combustível, até 2020

7 - Uso sustentável de veículos:

O uso compartilhado de veículo tem sido uma outra prática bastante incentivada entre o os servidores do TJRO. Para evitar o uso de vários carros, como para viagens a outras comarcas, por exemplo, os servidores se organizam e usam um só carro para a viagem, quando alguns vão para a mesma localidade. Esse tipo de prática recorrente entre os servidores costuma ser chamada de “carona planejada”.

 

Assessoria de Comunicação Institucional

Poder Judiciário de Rondônia

Poder Judiciário do Estado de Rondônia
Alô Justiça 0800-647-7077 | Geral (69) 3217-1152
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia