Este site possui recursos de acessibilidade para web visando à inclusão e autonomia de todas as pessoas.

Atendimento Humanizado

 

clima-organizacional

Nos últimos anos, a humanização tornou-se um tema frequente nos serviços de saúde, públicos e particulares, como forma de aprimorar o atendimento e o contato com a população durante todo o processo. No Judiciário rondoniense, a humanização é discutida desde 2014 com a realização do projeto “Humanização do Atendimento Judicial”, desenvolvido pela Escola da Magistratura do Estado de Rondônia – Emeron.

O projeto estimula a construção de uma inteligência emocional nos cartorários, que lidam diariamente com situações de crise, a partir do desenvolvimento das emoções e das dificuldades cotidianas debatidas em grupo. Estratégias de autocuidado e autogerenciamento do estresse são criadas durante as formações de maneira a evitar o adoecimento físico e psíquico do servidor e produzir um atendimento mais humanizado à população.

O projeto de Humanização do Poder Judiciário de Rondônia desenvolve temas como a natureza dos conflitos judiciais, valores e preconceitos, comunicação e escuta ativa, subjetividades humanas e estado emocional dos usuários, entre outros, que, geralmente, são abordados por meio de discussões em grupo, exibição de vídeos e dinâmicas. São abordadas também técnicas de bem-estar social, familiar, físico, projeto, sonhos, questões de como aliviar o estresse e trabalhar com as emoções de cada profissional.

Simultaneamente à realização das aulas acontece, ainda, atendimento massoterapêutico individual com foco em técnicas de respiração e controle de estresse. A formação é ministrada por psicólogos e assistentes sociais do próprio Tribunal de Justiça de Rondônia, por meio do programa de instrutória.

Poder Judiciário de Rondônia

Poder Judiciário do Estado de Rondônia
Alô Justiça 0800-647-7077 | Geral (69) 3217-1152
Sede - Rua José Camacho, nº 585 - Bairro Olaria
Cep 76801-330 - Porto Velho, Rondônia